Mortal Kombat X: Caça-níquel Skin Pack

Quando Mortal Kombat X saiu, pensei: Nossa, acho que eu vou esperar um pouco e vou comprar apenas quando sair o Komplete Edition (que poderia ser até 2 anos depois do lançamento oficial). Como sou a little bitch da série, comprei. E, para economizar (eu não queria pagar R$ 250,00 em um para o XBox One), comprei a versão de PC.

Essa foi a minha primeira decepção.

A versão de PC, além de ser inferior, patrocinado por um port feito nas coxas pela High Voltage Studios, estava cheia de bugs e, para completar, tinha que se baixar uns 15 GB, logo após instalá-lo, para poder jogar. Um jogo novo, praticamente.

Após muitas reclamações, pedidos odiosos de todos os consumidores do jogo no PC, eis que surge um nova atualização. Também de 15 GB. Mas que serviço mais mal feito, questionei.

Isso, sem contar, no atraso dos patches e eternos bugs que nunca se curam.

Mas eu sou uma little bitch, lembra? E acabei comprando o season pass. Morri em mais 40 Reais. Mas morri em 40 Reais crente que receberia todas (eu disse TODAS) as atualizações, skin packs e personagens extras.

E essa foi a minha segunda decepção.

Com o lançamento da Kold War Skin Pack, me aborreci. Afinal, as 40 Dilmas não cobrirão todas as skins? A resposta foi: Não.

No último dia 19, foi lançado o já anunciado desde Maio Brazillian Costume Pack. Que, pelo nome já diz, traz roupas “Abrasileiradas”. Liu Kang virou o Eddy Gordo, encarnando um Capoeirista; Jhonny Cage virou um autêntico “Soccer Player” e, Kung Lao, um Gaúcho com direito a bigodão e bombacha.

Isso tudo está incluído no tal Kombat Pack (nome do pseudo season pass da Netherrealm)? Resposta: Não.

Para constar, esse pack custa, no Steam, R$ 8,39. Mesmo preço do pack Kold War. Ainda tem o Sub-Zero “Blue Steel”, por R$ 4,29.

Se continuar nessa vibe, Mortal Kombat X Komplete Edition, se sair, vai sair com uns 3 Discos, só com extras.

Enquanto isso, quem é early adopter ou que precisa trabalhar em cima do jogo, literalmente, paga por isso.

Espalhe:

Facebook
Twitter
Pinterest
WhatsApp
Rogério Lima

Rogério Lima

Gamer desde 1993, aos 11 anos, quando ganhou seu 1º SNES e é fanático por informação desde a N.º 1 da Super Game Power. Hoje, é colecionador de jogos e consoles, os quais guarda com carinho.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Acompanhe nas redes

Mais popular

Get The Latest Updates

Subscribe To Our Weekly Newsletter

No spam, notifications only about new products, updates.

Mais conteúdo

Continue lendo

Posts relacionados

Novo iPhone SE vale a pena?

A Apple lançou um iPhone barato. É um modelo de entrada? Sim. Mas nem tanto. Vamos explicar! O iPhone SE 2020 é um modelo mais em conta