Need for Speed e a esperança de um novo Underground

O dia tão esperado dos fãs (e isso me inclui) de Need for Speed chegou: Enfim a EA anunciou que vem um novo NfS e que, desta vez, trata-se de um reboot e não de uma continuação ou spin-off.

Depois de tantas versões da franquia e de mais insucessos e críticas do que elogios, a Eletronic Arts resolveu parar de bater na mesma tecla todo o ano e pensar: O que eu quero fazer para agradar os fãs que são inúmeros, mas são tão insatisfeitos?

Essa resposta demorou praticamente 1 ano, desde quando a EA noticiou que não teria um novo NfS em 2014 até hoje, dia do lançamento deste teaser (que você vê acima). De lá para cá, foram inúmeras especulações, novos reviews dos sites especializados e muito, mas muito pé atrás.

Até por que as tentativas de trazer uma coisa nova para a franquia foram tão frustradas quanto achar um pote de sorvete com feijão dentro. Assim foi com a cagada que a Criterion fez com o clássico Most Wanted e a decepcionante e repetitiva experiência de Rivals.

Mas a promessa da EA para este reboot é uma só: trazer uma nova experiência de ação e pilotagem que unirá a cultura da velocidade. O conteúdo da promessa, para ser mais específico, contará com alta customização dos carros, cultura autêntica de carros urbanos, um mundo aberto noturno e uma trama imersiva. A última vez que eu vi isso foi quando joguei o primeiro Underground, lá no PlayStation 2 e Xbox 1.

Se realmente a EA e a Ghost cumprirem a promessa, teremos o melhor do Underground em um jogo todo novo, com gráficos sensacionais usando a engine Frostbyte, com todas aquelas opções de tunagem e mais um pouco e, ainda, muito Hip Hop.

Agora é esperar pela E3, na conferência da EA, para vermos o trailer e o gameplay completo deste novo Need for Speed.

Até que me convençam do contrário, o melhor NfS ainda continua sendo o primeiro, para 3DO.

Espalhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Rogério Lima

Rogério Lima

Gamer desde 1993, aos 11 anos, quando ganhou seu 1º SNES e é fanático por informação desde a N.º 1 da Super Game Power. Hoje, é colecionador de jogos e consoles, os quais guarda com carinho.

2 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Acompanhe nas redes

Mais popular

Get The Latest Updates

Subscribe To Our Weekly Newsletter

No spam, notifications only about new products, updates.

Mais conteúdo

Continue lendo

Posts relacionados

Novo iPhone SE vale a pena?

A Apple lançou um iPhone barato. É um modelo de entrada? Sim. Mas nem tanto. Vamos explicar! O iPhone SE 2020 é um modelo mais em conta